23 de abr de 2009

A VIDA ARRUINA TUDO


"A VIDA ARRUINA TUDO."
Frase final do filme Irreversível, um filme pertubador, chocante, intenso mas ao tempo INCRÍVEL. Aproximadamente 15 mins. que eu acabei de vê-lo e ainda estou chocado com o que acabei de ver. E só em saber que possam existir mais filmes que farão eu me sentir assim, eu sorrio. Cinema é muito além da pipoca e salvação de um dia entediado. Cinema é vida, Cinema é sentimento, Cinema é prazer, Cinema é conhecimento. Dois dias, dois filmes magníficos, e pelo o que parece, irá só melhorar. Cheguei a uma conclusão, irei assistir um filme por dia, tenho certeza de que isso não será um tempo perdido, muito pelo contrário. Dormirei mais feliz hoje. BOA NOITE.

13 de abr de 2009

RAÇA HUMANA

O especial da raça humana
É sua capacidade de fingir
Finge que entende o inteligível
Finge que alcança o impossível

Consegue fechar os olhos
Quando precisa enxergar
Consegue perder a si mesmo
Sem nunca se encontrar
Consegue se automutilar
Em banhos de ignorância
Assassinando toda a infância
De quem vive a sonhar

Vamos! Louvemos nossa habilidade
De ambicionar, de sugar
Tudo o que está ao nosso redor
De matar sem o menor dó

O futuro de nossas virtudes
É precipitar-se em cada abismo
A menos que com urgência aprendamos
A dizer (e viver) uma simples frase
Eu te amo!

9 de abr de 2009

O PULSO

O pulso ainda pulsa
O pulso ainda pulsa
Peste bubônica, câncer, pneumonia
Raiva, rubéola, tuberculose, anemia
Rancor, cisticircose, caxumba, difteria
Encefalite, faringite, gripe, leucemia
O pulso ainda pulsa (pulsa)
O pulso ainda pulsa (pulsa)
Hepatite, escarlatina, estupidez, paralisia
Toxoplasmose, sarampo, esquizofrenia
Úlcera, trombose, coqueluche, hipocondria
Sífilis, ciúmes, asma, cleptomania
E o corpo ainda é pouco
E o corpo ainda é pouco
Reumatismo, raquitismo, cistite, disritmia
Hérnia, pediculose, tétano, hipocrisia
Brucelose, febre tifóide, arteriosclerose, miopia
Catapora, culpa, cárie, câimbra, lepra, afasia
O pulso ainda pulsa
O corpo ainda é pouco
Ainda pulsa.

Arnaldo Antunes

6 de abr de 2009

DISSONANTE E HARMÔNICO

Porque será que nós seres
Tão dissonantes procuramos
Nos completar com aquilo que
É tão diferente aos nossos olhos?
Se nada sabemos de nós mesmos
Quem dirá daquilo que não nos é
Comum como própria luz, que da
Qual sempre fugimos e fingimos

Sempre viver nesta utopia chamada
De vida mesmo vivendo na sombra
De seu terrivel fim ou se existir o fim.
Que espirito dissonante é este que
Sempre tentar harmonizar esta tão
Rapida existência que deixamos esvair
De nossas mãos e vida onde sempre
Procuramos o comum e belo, mas vazio.

Prazer que nós leva a ruina da alma
Que força harmônica é esta que de
Formas dissonantes nos tiram do caminho
Que devemos trilhar e viver sendo esta
A nossa sina aceita e desfeita ao longo
De nossa existência longa e cansativa
Onde não existem os seres que verdadeiramente
Nos fazem felizes mesmo a mercê do caos.

Que é esta harmônica e dissonante essência
Caótica que chamamos de vida, mas a ti
Resta-me aconselhá-lo: Viva o que é dissonante,
Sinta o que é harmônico e ame o que você desejar.




4 de abr de 2009

PRA QUE TÍTULO PRA ESSA ESCRITA?

Dia estranho...fazia muito tempo que eu não acordava assim, como para maioria das pessoas, um dia estranho acontecem coisas estranhas que no fundo partem para um lado bom. No meu caso é diferente, tento ser a pessoa mais calma do mundo todos os dias, aquele que não demonstra tristeza ou raivoso com algo. MAS hoje foi diferente, começando logo pela manhã. Uma das coisas que eu mais abomino é o atraso, tento sempre me manter no horário, ser pontual, admito que sou um escravo do relógio, mas quem não é que atire a primeira pedra. No fundo eu não queria ser assim, em muitas vezes essa minha mania de chegar no horário sempre foram para eu me decepcionar e a pessoa aparecer 1,2 horas depois ou eu chegar muito antes do horário marcado, MAS hoje o tempo estava contra mim. Mau-humor do início ao fim do dia...foi um dia estranho, já que fazia muito tempo que eu não ficava assim, tudo por causa da minha mania de pontualidade. E cheguei a conclusão de que sou muito nervoso. Mas daqui a pouco eu estarei dormindo e amanhã será um novo dia, assim como um novo humor, ou não.