5 de jun de 2009

BRUCE LEE


De uns dias pra cá, tenho voltado a me interessar pelo Maior Lutador de Artes Marciais de todos os tempos. Estou falando nada mais nada menos que Bruce Lee. Nasceu em São Franscisco no dia 27 de Novembro de 1940. Iniciou seus estudos em Artes Marciais aos 13 anos de idade. Porém, estudou diversos tipos de Artes Marciais durante a sua vida. Embora tenha feito somente uma boa quantidade de filmes e shows de televisão, Bruce começou a tornar-se um ícone como a personificação do homem asiático que se torna a epítome do que muitos vêem como sendo a perfeição em artes marciais, agilidade e força. A maioria das pessoas que têm um conhecimento superficial sobre Bruce Lee acreditam que ele era apenas uma estrela de filmes de artes marciais. Mas isso segundo relatos de pessoas que conviveram com Lee é um grande engano. Bruce Lee era antes de tudo um excelente artista marcial, que se dedicava completamente no aperfeiçoamento de seu corpo, mente e técnicas. Desde que atingiu um bom nível no kung fu, (aos 16 anos de idade) e até sua morte prematura, venceu todas as lutas no qual foi desafiado.

Bruce Lee morreu em Hong Kong no dia 20 de julho de 1973, aos 32 anos, apesar dos rumores que envolvem sua morte. Começaram a circular teorias de que ele havia sido envenenado pelas Tríades chinesas, enquanto outros acreditavam que um cabal secreto de mestres de artes marciais matou Lee por ter revelado muitos segredos e outras noticias envolvendo vingança e drogas. A verdade é que a autópsia comprovou que a morte de Bruce Lee foi causada por edema cerebral, um inchaço no cérebro, que ocasionou o AVE (Acidente vascular encefálico) devido a uma reação alérgica a um remédio (equagezic) tomado para aliviar uma cefaleia que estava sentindo.

Em 25 de julho de 1973, cerimônias funerais atraíram cerca de 30.000 fãs em Hong Kong. Em 30 de julho, foi realizada uma segunda cerimônia funeral, em Seattle, Estados Unidos, onde somente os amigos e parentes estiveram presentes. Bruce Lee foi enterrado no Cemitério Lake View.

4 de jun de 2009

AS FLORES NÃO FALAM

As flores não falam.
Para que falar se a sua presença diz tudo.
Para que falar se tem o olhar.
Para que falar se a sua delicadeza,
Sua beleza,
Sua forma,
As combinações das cores
São tão significativas.

Encanta-me a sua beleza e delicadeza.
Fico bobo pelo seu olhar,
Seu meigo sorriso,
Sua voz delicada,
Seus cabelos meio longos,
Suas formas cheias de curvas.

O meu amor é uma flor.
Que tem uma alma boa e caridosa.
Admiro a seu mundo interior.
Que tem sensibilidade, compreensão e inspiração.
Às vezes, o seu silencio me enlouquece.
Mas, para tudo têm momentos:
Momentos para falar;
Momentos para se calar;
Momentos para ouvir;
Momentos para olhar;
Momentos para refletir
E momentos para lágrimas derramar.

Admiro o seu mundo interior,
Mas, gostaria de nele penetrar.
Para compreendê-la melhor,
Para compartilhar que tudo que parece ser negativo
Como as preocupações, tristezas e angustias.
Quero que a felicidade bata a sua porta para ficar.
Uma linda flor tem que ser tratada como uma flor.